Lic de Biologia no ISA

A licenciatura tem um perfil técnico-científico de banda larga, com três anos iniciais seguidos de posterior de formação com carácter aplicado. O ISA é uma das escolas com maior experiência no domínio da Biologia Aplicada e os licenciados terão uma sólida formação científica e oportunidades de emprego generalista em todos os domínios da Biologia, nomeadamente nas áreas do ambiente e ecologia aplicada, genética e biologia molecular, conservação da natureza e utilização e conservação dos recursos biológicos, podendo desempenhar funções na investigação científica, em laboratórios especializados, bem como em tarefas de consultadoria.

sábado, 18 de abril de 2009

Núcleo de planta rara destruído em Castro Marim

Obras em plena Reserva Natural do Sapal de Castro Marim destruiram um núcleo de uma rara planta endémica. A Picris willkommii, que apenas ocorre nessa região, tem estatuto de protecção legislado.

Almargem


Um dos poucos núcleos conhecidos de uma raríssima planta endémica – a Picris willkommii - acaba de ser destruído devido às obras em curso do Sistema Interceptor de Castro Marim para transporte de esgotos para a nova ETAR de Vila Real de Sto. António, obra da responsabilidade da empresa Águas do Algarve.


A Picris willkommii é uma espécie estritamente protegida, nomeadamente pela legislação comunitária e nacional, estando incluída no Anexo IV da Directiva Habitats (transposta pelo DL nº 49/2005 de 24/2). Ocorre, em Portugal, exclusivamente em cerros calcários da zona de Castro Marim, no interior da Reserva Natural do Sapal de Castro Marim.


A maior parte dos restantes núcleos conhecidos desta planta, situa-se junto à EN 122, tal como o que acaba de ser destruído, pelo que se teme pela respectiva sobrevivência.


A Almargem questiona-se sobre como é possível uma obra, que já há vários meses está no terreno, possa ter avançado para uma zona tão sensível como esta, para mais situada no interior de uma Reserva Natural, sem que os serviços do ICNB e das Águas do Algarve tenham atempadamente alertado o empreiteiro da obra acerca da presença das populações desta planta, de forma a impedir a perpetração de mais este atentado ao património natural do Algarve.

3 comentários:

Anónimo disse...

Isto é incrivel! como é possivel ningém alertar o empreiteiro disto? Será que as Aguas do Algarve andam a dormir? Andamos todos nós a pagar impostos para alimentar estes senhores que não fazem o seu serviço?

Anónimo disse...

I just found the website who discuss about
Several
home based business

If you want to know more here it is
home business reviews
www.home-businessreviews.com

Anónimo disse...

Very detailed info. I am very happy to I found this entry.. :)